Uma abordagem oriental de terapia corporal na gravidez


A Massagem durante a gravidez actua em muitos níveis e alivia os desconfortos, bem como prepara corpo para o parto naturalmente. Promove também estados meditativos e estreitam os laços mãe/filho que permitem a gestante vivenciar uma gravidez prazerosa e saudável.

A Massagem Thai propõe integração corpo/mente e espírito através do toque aliado aos alongamentos e a meditação, retomando a milenar tradição budista da Tailândia. Esta é uma técnica que destaca por conter elementos de duas importantes Medicinas: Ayurveda e Chinesa, trabalhando o corpo de forma completa com estiramentos, pressão suave e um ritmo lento e contínuo.

Este blog é dedicado a prática terapêutica, ensino da técnica e complementos na abordagem durante a gestação, parto e puerpério, com seus inúmeros benefícios para as mulheres e bebês.

17.12.09

Auto Massagem na Gravidez

Segundo a medicina ayurvédica, a auto massagem diária é um dos grandes componente promotores de saúde. Que está prática seja nossa manutenção terapêutica, cuidar de si mesmo, experimentar, praticar, desenvolver, observar, renovar as energias e divulgar este momento tão acessível a todos.
Além da auto massagem procure ser tocada de forma acalentadora e carinhosa com freqüência, e orientar suas gestantes a respeito destes simples benefícios. Toques suaves e gentis, fricções com óleo nas pernas, costas, braços e barriga são liberados e podem ser feitos por maridos, companheiros, familiares e amigos, ou até mesmo na forma de auto-massagem. Apenas alguns minutos diários poderão se transformar em momentos de prazer e contato amoroso consigo mesma e com seu filho no ventre.

Aproveite as dicas e a seqüência de auto-massagem na proxima postagem, é simples e fácil de ser seguido. Aos poucos vá incluindo a massagem na tua rotina e estimulando teus clientes . Repita, crie e reinvente também tua própria seqüência, complemente com um bom banho antes ou depois, use óleos aromáticos, cremes ou faça a seco, tudo como preferir. Comprove os efeitos da massagem!

A seqüência a seguir pode ser feita sem ou com aplicação de óleo, caso use algum, prefira sempre óleos vegetais e tenha cuidado para retirar o excesso de óleo dos pés, para não escorregar ao levantar-se. Esta massagem pode ser feita diariamente, faça de forma tranqüila e suave!

Auto Massagem na Gravidez (e sempre)








5.10.09

Útero e Rins - Órgão da Gravidez

O Útero é o lugar onde a mente não acessa, onde a lógica acaba e as imagens e as idéias se dissolvem; a porta pra uma nova dimensão da feminilidade e a fonte desta energia feminina. O útero não absorve somente as experiências pessoais, mas também informações do coletivo, pois sua receptividade é ilimitada. Deve ser protegido e alimentado durante toda a gestação, desde a concepção até o puerpério.

Não querer de forma alguma filhos é uma atitude que pode sobrecarregar o útero assim como um útero infeliz é um dos principais motivos inconscientes para ficar grávida.

Nos Rins esta armazenada a base material da energia sexual (produção de óvulos e espermatozóides) usada na reprodução, quando o corpo disponibiliza a melhor matéria-prima que tem a oferecer para desenvolver uma nova vida. Estão associados à Energia Vital, purificação do corpo e da energia e limpar a mente e o espírito das distorções dos sentidos e pensamentos confusos

Rins são órgãos regidos pela água e fontes da reprodução. Regem a gravidez e o parto. Preservam a força vital. Produzem e nutrem os ossos, a medula e o cérebro. Controlam as aberturas inferiores do corpo – uretra, vagina, anus e são a raiz da sexualidade feminina(cada rim possui uma finalidade diferente – rim yin, que fornece substancias ao corpo e rim yang - porta da vitalidade)

Cuidados básicos com auto massagem e visualizações criativas nutridoras para nossos rins e o querido útero!

2.9.09

Massoterapia: bem-estar e saúde para o corpo



A liberdade do corpo e da mente foi tema da 2º Jornada de Massoterapia

Com o tema Liberdade do Corpo e Mente, a Jornada Técnica Latino-Americana de Massoterapia abriu a 2º edição, durante o primeiro dia da Beauty Fair. No período da manhã, os profissionais presentes vivenciaram técnicas de massagem Thai, com Javier Sunder, que ministrou a palestra sobre Harmonia Interior pelo Toque. Sunder é Thai massoterapeuta, formado na Tailândia e professor o Spa Escola Orienthai, em São Paulo. “A massagem é uma arte, uma poesia. Ela trabalha no desenvolvimento humano, pois você acolhe e restaura o cliente no momento do toque. É uma terapia que auxilia no re-equilíbrio do indivíduo, transformando o mental e emocional”.

‘Massagens orientais na saúde da mulher’ foi a segunda apresentação do encontro. A professora Marjorie Sá, massoterapeuta com formação também na Tailândia, enfocou como a Medicina Oriental pode ser aplicada no nosso país. “É um tratamento de prevenção, que engloba práticas corporais, uso de elementos da natureza e meditação”, explica.
De acordo com Marjorie, as mulheres negam a pureza do próprio ciclo menstrual, ingerindo hormônios artificiais, são sedentárias e fazem uso de uma alimentação pobre em nutrientes e vitaminas essenciais desenvolvendo doenças e desequilibrando o organismo.
Sâmia Maluf apresentou a Aromaterapia na Massagem, que é o uso personalizado de óleos essenciais nas práticas como elemento para fidelizar o cliente trabalhando o corpo de maneira natural e holística. “Os óleos atuam no corpo restaurando nossas energias curativas e proporcionando o balanceamento entre corpo, mente e espírito”, diz.
Com a coordenação científica de Armando S. B. Austregésilo e a presença dos palestrantes, o encontro da manhã foi finalizado com uma mesa-redonda, com abertura de perguntas e respostas sobre o tema: Massoterapia, parceria da saúde e da beleza.
O evento contou com a participação internacional da professora Ana Maria Honorato, do Chile, que é Thai massoterapeuta, educadora física e dançarina. A profissional apontou os segredos das técnicas da Tailândia para manter a juventude e a beleza. “Esta massagem é uma coreografia entre duas pessoas e ajuda a relaxar, pois tem muitos movimentos similares ao da dança.”.
De acordo com Ana Maria, esta técnica também traz benefícios como anti-stress, harmoniza a relação psicossomática, melhora a circulação sanguínea e linfática, tonifica a musculatura, abre as articulações, relaxa a mente, além de desintoxicar o organismo.
Cris Ayres, física quântica e terapeuta ayurveda, palestrou sobre a massagem Ayurveda, a Abhyanga. “Do Sânscrito Ayur significa vida e, veda, conhecimento. Estes dois conceitos unidos perpetuam a arte de manter a vida com harmonia”, explica.
Mais que um sistema médico, Ayurveda é uma ciência védica de sabedoria ancestral de cura, prevenção e longevidade. “È um estilo de vida, uma forma de viver em harmonia com a natureza, em que saúde significa equilíbrio entre corpo, mente e espírito”, completa a terapeuta.
“Para o diagnóstico, o profissional deve fazer um mapeamento do biotipo de nascimento do cliente, pois assim entenderá o comportamento emocional, psicológico e físico do indivíduo”, enfatiza Cris.
Léo Artese é massoterapeuta, acupunturista, comunicador e locutor. O profissional explicou aos congressistas a importância da comunicação. “Usamos 55% de comunicação corporal, 31% da voz e 7% é o conteúdo”. O aprimoramento da relação interpessoal pela comunicação, complementa a função terapêutica pela maior interação terapeuta-paciente.
O encontro foi finalizado com a vivência de técnicas de abordagem pelo toque, que estimulam o prazer de tocar e ser tocado. Javier Sunder convidou os presentes para uma meditação chamada Heart Chackra, do mestre Osho. Após a meditação, os profissionais fizeram uma atividade, coordenada por Armando Austregésilo: Um toque de graça. “É uma oportunidade de falar sobre o toque. Acredito que seja um toque no coração, na alma”, afirma.

Por Tatiana Lichtig
Congresso de Estética / Data: 29/08/09

20.8.09

Curso de Massagem em Gestantes


Uma abordagem oriental de terapia corporal na gestação

Publico Alvo:
Profissionais da saúde que atuam com gestantes, doulas, fisioterapeutas, massagistas, professores de yoga, psicólogos, terapeutas, estudantes e todos interessados em massagear mulheres grávidas, profissionais ou não.

Conteúdo:
* Conceitos da medicina Oriental na Saúde da Mulher (Ayurveda, Thai e Chinesa)
* Massagem Thai Yoga para Gestantes
* Fisiologia da Gestação e preparação ao parto
* Práticas vivenciais de massagem, tipos toque e alongamentos – ásanas


Sobre a Técnica:

A prática da Massagem Thai nos propõe seu conceito de integração corpo/mente e espírito através do toque aliado aos alongamentos e a meditação, ligado a tradição milenar budista da Tailândia. A Massagem Thai é uma técnica que destaca por conter elementos de duas importantes Medicinas: Ayurveda e Chinesa. Ela atua no corpo de forma completa com alongamentos, pressão suave e um ritmo lento e contínuo.


Próximas turmas:
dias 12 e 13 Setembro- em São Paulo
Outubro e novembro- Coimbra e Lisboa
contato@divinasmaes.com.br

24.7.09

Núcleo Divinas Mães no Espaço Corê


Preparação Corporal para o Parto

Em pequenos grupos com outras gestantes, a Preparação Corporal para o Parto utiliza-se da massagem e de outros recursos como à meditação, que juntos têm um papel significativo na preparação da futura mamãe, significando o Parto como um Rito de passagem na vida da mulher. A vivência propõe experiências de contato corporal, meditações, audições e o resgate de tradições deste período pré-natal, preparando a mãe para o nascimento de forma agradável e tranqüila, fortalecendo seu centro e ajudando-a a transmitir carinho, conforto e segurança a seu filho.

Com uma hora e meia de duração, a aula integra Meditações e Técnicas Ancestrais - Yoga, Dança, Massagens, Tao para mulheres, práticas Tibetanas e Xamânicas, com atividades de grupo, duplas e individuais. Há também espaço para debates e informações sobre questões da gravidez, parto, corpo e maternidade.

Para gestantes a partir da 16ª semana
Inicio dia 04 de agosto das 19h30 as 21h


Grupo de Recuperação Pós Parto

Após o parto toda a atenção da mãe e da família está dirigida para o bebê e a nova rotina que se inicia. O mais importante nestes primeiro meses é descanso, boa alimentação e muito afeto. O principal objetivo do Grupo de Pós Parto é promover encontros para práticas corporais de relaxamento, alongamentos e massagem ajudando o corpo da recém mãe se restaurar e melhorar o cansaço e falta de energia. Os bebês também receberão massagem e estímulos positivos num ambiente onde conversas sobre maternidade e puericultura são sempre bem-vindas.

Para puérperas a partir da 2ª semana
Inicio dia 04 de agosto com Oficina de Sling, horário a confirmar


Informações: Espaço Core
Rua Joaquim de Almeida 477Planalto Paulista
Tel. 11 5594.0939

18.6.09

Maternidade Consciente


Quando penso em maternidade logo me vem uma associação: Maternidade x Escolhas. Por isso quis trazer neste mês das mães esta questão, como saber se estou fazendo certo como mãe?Uma questão de escolhas. Tratando de algo tão instintivo e intuitivo como a maternidade, que tipo de termômetro podemos usar senão a própria consciência das nossas escolhas? Logo que uma mulher engravida ou planeja engravidar e formar uma família, uma enorme quantidade de questões aparecerem, questões de todas as ordens, das banais às existenciais: Como será o futuro do meu filho? Em que mundo ela vai crescer? Como educar? Onde viver? O que preciso comprar para o bebê? Quem vai me ajudar? E se meu casamento acabar? Fralda descartável ou fralda de pano? Parto normal? Cesariana? Dormir junto ou deixar no berço? E outras tantas perguntas que somente a própria experiência poderá responder... Muitas vezes vejo mães que sofrem amamentando, sem prazer em realizar esta função, outras que vêem seus bebês chorando e choram junto na dúvida se devem ou não pegá-los no colo. O que fazer nestas situações? Ouvir o coração, aceitar o que não tem jeito e se propor a mudar o que está no nosso alcance! São os mistérios da maternidade e da individualidade.
Tudo bem, tudo certo. Aceitação das coisas como são, das pessoas como são, com seus entendimentos, limites, limitações e possibilidades. O que vale é amar e fazer o melhor. Percebo que no exercício de meu trabalho, que minhas grandes convicções e experiências próprias como mãe simplesmente não funcionariam para outras mulheres, por mais que eu quisesse que, por exemplo, todas as mulheres pudessem parir naturalmente. Vejo que esse não é o caminho para algumas. E quem sou eu ou o que é a minha pequena experiência para julgar uma mãe? O que faço é questionar, informar, colaborar com a segurança e o bem estar na decisão de cada um. Encanta-me saber que a maternidade é uma grande oportunidade de renascimento, de parir novos conceitos para si mesmo, examinar, observar e reciclar! Criar novas realidades e poder desenvolver, praticar o que acredita e por que não, tentar algo novo que faça sentido?
Que estejamos presentes, conscientes da importância de nossas escolhas, sabendo que não há certo ou errado, e que os resultados só podem ser avaliados depois da ação. A determinação em poder fazer escolhas condizentes consigo mesma, é diferente de fazer uma escolha por medo ou acomodação.
Então, minha sugestão é de que permita-se vivenciar todas as peculiaridades desta nova relação mãe/filho, mãe/pai/filhos. Estamos todos descobrindo o que é integração, respeito e individualidade nesta relação familiar. Não há fórmulas ou receitas na maternidade, somente presença, atenção e autoconhecimento.Coragem para seguirmos nossas intuições também poderá!
Por Marjorie Sá

16.4.09

23 e 24 de maio
Workshop de Massagem para o Trabalho de Parto
com Jill Petenbrink

Conteúdo
Introdução sobre toque e massagem no Parto
Indicações de massagem para os diferentes estágios do TP
Técnicas de Massagem para o trabalho de parto
Relaxamento, posições e pontos para acupressão para alivio da dor
Técnicas de acupressão para acelerar ou estagnar o Trabalho de Parto
Dicas para iniciar o TP a partir da 40ª semanas ou mais

Jill Petenbrink – Atua com parto há mais de 15 anos. É massagista certificada Terapeuta e Instrutora especializada em massagem pré-natal e na indução do parto. Jill é doula e estudante de obstetrícia no The National Midwifery Institute próxima de completar seus estudos. Defensora dos efeitos positivos que o toque pode contribuir a gestação, parto e pós parto, sua técnica integra à massagem o relaxamento profundo e a acupressão. Jill desenvolveu uma maneira simples e efetiva de transmitir seus conhecimentos em cursos e workshops, mesmo para quem não tem experiência prévia com massagem. Ela dedica-se há anos ao trabalho com gestantes e parturientes melhorando e colaborando para uma boa experiência de parto a muitas mulheres. Jill é mãe de quatro e avó de dois e vive entre EUA e Brasil, participando do Projeto Mães e com planos de trabalho como parteira no Senegal, onde recentemente estagiou em clinica de parto. http://www.transcendecia.org.br/

15.4.09

Massagem e Aromaterapia no Puerpério

Após o parto toda a atenção da mãe e da família está dirigida para o bebê e a nova rotina que se inicia. O mais importante nestes primeiro meses é descanso, boa alimentação e muito afeto. Podemos incluir a massagem na rotina da mãe a partir do quarto dia (para parto normal) com uma ou duas sessões semanais curtas, de 45 minutos. O periodo da quarentena é um bom momento para fazer massagens regulares e um ritual de "fechamento" da gravidez, abrindo-se para a nova fase. O puerpério é o momento de construção e fortalecimento do vinculo mãe e bebê e mãe/pai e bebê. Tradicionalmente nas culturas orientais, as mulheres levam a quarentena a sério. Todos ajudam e estimulam o resguardo, quando a mulher normalmente fica afastada de seus afazeres domésticos e inclusive das responsabilidades religiosas para se recuperar e aguardar o tempo natural de descanso que seu corpo e alma pedem neste momento. O principalda massagem nesta fase é promover relaxamento profundo e aos poucos intensificar os alongamentos e estímulos nas linhas de energia ajudando o corpo a se restaurar e melhorar o cansaço e a falta de energia.

Dividimos a prática em dois períodos 0-3 meses, 3-12 e pós cesariana para o primeiro meses ou até a recuperação total dos tecidos.

Na massagem pós parto trabalhamos com:
* região lombar e fortalecimento dos rins,
* ajudar no alinhamento da nova postura e na simetria pélvica,
* região superior com braços, os ombros e pescoço,
* o aumento da circulação sangüínea, retorno venoso e oxigenação dos órgãos,
* tonificar do assoalho pélvico de maneira suave, e recuperar o útero
* tonificar dos músculos abdominais,
* lubrificar e manter a mobilidade das articulações e fortalecimento das mesmas e seus ligamentos, alongar as pernas,
* melhorar a energia e exaustão

Nas primeiras semanas ao ideal são movimentos suaves e relaxantes, usando um pouco de reflexologia e aromaterapia combinados a massagem acolhedora, no chão ou na maca. Após os três meses, a prática normal já é apropriada e vai evoluindo aos poucos durante o primeiro ano proporcionando recuperação, revigoramente e acima de tudo momentos de prazer e um suporte emocional silencioso para a recém mamãe!



Experimente!
Aromaterapia na Massagem Pós Parto
Na barriga, aplicar ou fazer massagens suaves no abdômen pós parto, no sentido horário com óleos citricos e lavanda são boas opções para evitar constipações, retenção de energia e ajudar a tonificar e estimular os órgãos internos de forma suave. Evite ao máximo friagem no útero pós parto.